jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2018

Escritórios de advocacia abandonam formalidades e investem em novo formato de negócios

Publicado por Michel Penna
há 10 dias

Seguindo uma tendência global, cada vez mais escritórios de advocacia brasileiros começam a se interessar por um modelo de negócios diferente do tradicional, que visa reduzir o excesso de formalidades e burocracias nas empresas do setor. Com ambientes menores, modernos e com jornadas de trabalho mais flexíveis, o novo formato defende a implantação de serviços tão eficientes quanto os das grandes firmas desse mercado, porém, com um valor mais atrativo.

Isso porque este modelo, considerado inovador para este segmento, aposta na adoção de espaços físicos mais compactos, com menos despesas, o que impactaria diretamente no custo final aos contratantes dos serviços oferecidos. Em alguns casos, há escritórios que já abriram mão de uma estrutura própria por completo para se instalarem em espaços de coworking.

Outra mudança é na rotina dos advogados, que passam a ter mais flexibilidade no diaadia. Ao ingressarem em escritórios com essa política, os profissionais podem ganhar o benefício de trabalharem sem cobranças de horários de entrada e de saída da empresa - inclusive, sem a obrigatoriedade do uso de gravatas e paletós -, de atuarem na sede do próprio cliente ou até em home office.

Este será um dos muitos temas debatidos na 15ª Fenalaw, a maior plataforma de conteúdo e de negócios jurídicos da América Latina, que será realizada no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo (SP), de 24 a 26 de outubro. Nos dois primeiros dias de evento, o assunto será discutido no Congresso para Escritórios de Advocacia, que reunirá as maiores autoridades e especialistas do setor.

Alexandre Pacheco da Silva, professor de direito da Faculdade Getúlio Vargas (FGV) e coordenador do Centro de Pesquisa e Inovação (CEPI); Gustavo Marchesini, gerente de relacionamento com investidores na América Latina da EB5 Capital; Juliana Ono, Diretora Editorial da Thomson Reuters; Rodrigo Rebouças, professor e coordenador geral de direito do Insper; e Samantha Albini, fundadora da RADAR - Gestão para Advogados; são alguns dos nomes confirmados.

Fenalaw 2018

Data: 24 a 26 de outubro - 9h às 19h

Local: Centro de Convenções Frei Caneca – SP


Atendimento à Imprensa:

Jéssica Santos

jessica@conteudoempresarial.com.br

13 - 9 8125-4008

SKYPE: conteudo.empresarial6


Arucha Fernandes

arucha@conteudoempresarial.com.br

13 - 9 9768-3476

SKYPE: conteudo.empresarial


Michel Penna

michel@conteudoempresarial.com.br

11 - 9 8539-2126

SKYPE: conteudo.empresarial5


Sobre a Fenalaw

A Fenalaw é a maior plataforma de conteúdo e de negócios jurídicos da América Latina, consagrada como o principal encontro de departamentos jurídicos e escritórios de advocacia do País. Na edição de 2017, o evento reuniu 4.229 congressistas e visitantes, 200 palestrantes e 60 marcas expositoras. O evento é organizado pelo Informa Exhibitions, unidade de negócios do Grupo Informa, líder em inteligência de negócios, publicações acadêmicas, conhecimento e eventos.

Sobre o Grupo Informa

O Grupo Informa está listado na Bolsa de Valores de Londres e é membro do FTSE 100, índice composto das 100 maiores empresas da Bolsa do Reino Unido. A empresa é filiada à União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe). Além do Brasil, a Informa Exhibitions possui escritórios no mundo em outras 14 localidades nos Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, França, Egito, Emirados Árabes e China.

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Senhores, como empreendedora no setor de Coworking e esposa de advogado, fico contente em saber que esta tendência mundial é também um dos temas abordados num evento de tão grande porte. Gostaria de obter sua ajuda para saber como poderíamos divulgar nosso espaço, situado em Pinheiros, SP, uma vez que temos uma infraestrutura não apenas totalmente voltada especificamente aos profissionais de direito como também para o mercado financeiro (Agentes Autônomos de Investimentos), contando para tanto com aval explícito da CVM. Muito grata por qualquer colaboração e parabéns por acompanharem tão de perto a evolução do mercado de trabalho em suas várias facetas!
kastilho@opus-oc.com continuar lendo